Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

FATAL 2009 - Formação

WORKSHOP DE TRADUÇÃO PARA TEATRO

18 a 22 de Maio de 2009 | 10h às 14h
Reitoria da Universidade de Lisboa

 

Com este workshop pretende-se abordar a tradução de vários pontos de vista. O trabalho inicia-se com a Manuela Carvalho que, com uma perspectiva sobretudo académica, dará relevo a questões teóricas e a alguns exemplos de caso, específicos do campo dos estudos de tradução. Depois com a Joana Frazão e a Olinda Gil, tradutoras, num trabalho mais prático, confrontar-se-ão experiências, dúvidas e hipóteses de tradução.


1ª parte

Tradução e adaptação para palco: desafios, por Manuela Carvalho

18 Maio, Seg. | 10h-14h | Reitoria da Universidade de Lisboa


Propõe-se uma abordagem da tradução de e para teatro, considerando a escolha de estratégias de tradução associadas quer à enunciação do texto em cena, quer à sua leitura, quer ao seu contexto de recepção.


Partindo de uma reflexão em torno de questões teóricas específicas da tradução teatral, onde se cruzam sistemas culturais diversos – o literário e o teatral, propomos analisar um estudo de caso – duas traduções de A Tempestade de Shakespeare – que ilustra a multiplicidade de formas discursivas do texto de partida e as soluções encontradas nos textos de chegada, assim como as questões dramatúrgicas e referências culturais que colocam vários desafios aos tradutores dos textos em causa. Textos: A Tempestade, trad. de Fátima Vieira (Campo das Letras, 2001) e A Tempestade, trad. de José Manuel Mendes, Luís Lima Barreto e Luís Miguel Cintra (Teatro da Cornucópia, 2009).


2ª parte

Tradução de teatro, por Joana Frazão e Olinda Gil

19 a 22 Maio, Ter. a Sex. | 10h – 14h | Reitoria da Universidade de Lisboa


O que é uma boa tradução para teatro? Aquela que parece ter sido escrita em português? E terá o mesmo prazo de validade que o original? Deve-se adaptar uma referência cultural que o público não perceba? É diferente uma tradução para editar e para ser encenada? Sem querer dar resposta definitiva a estas e outras perguntas, este workshop propõe-se perceber onde ficam as fronteiras, falando de textos concretos. Caso a caso, com base na partilha de experiências, no confronto de várias hipóteses de tradução e também num trabalho prático durante o workshop (inglês e francês), pretende-se uma aproximação à especificidade da tradução de teatro.


Preço: 30 euros


Inscrições | Reitoria – Divisão de Actividades Culturais e Imagem da DSRE (DACI)
Tel.: +351 210 113 406 | fatal@reitoria.ul.pt
As inscrições só são válidas após pagamento na DACI, em numerário, sujeito a preenchimento prévio de ficha de inscrição.

Certificado de Participação



Publicado por Organização às 18:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

.Sobre o Festival

.Pesquisar neste blog

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Posts recentes

. FATAL nos Bastidores - No...

. FATAL Outras Cenas - Work...

. FATAL Outras Cenas - Work...

. FATAL Outras Cenas - Itin...

. FATAL Outras Cenas - Form...

. FATAL Outras Cenas - Form...

. O Júri do FATAL 2009

. Prémio FATAL 2009

. Prémio FATAL - Cidade de ...

. Prémio FATAL do Público 2...

.Arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Junho 2007

. Maio 2007

.Tags

. todas as tags

.Links

.Participar

. Participe neste blog