Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Festa FATAL & Entrega de Prémios

29 de Maio de 2009 | 22 horas
Teatro da Comuna


O FATAL toma de assalto o Café–Teatro da Comuna no dia 29 de Maio para a Festa de Encerramento do Festival. Veste a tua roupa mais FATAL e junta-te a nós nesta festa inesquecível. A noite começa com a Entrega dos Prémios atribuídos pelo júri do Festival àqueles que mais e melhor se destacaram nesta edição.


A partir das 24 horas, é altura da música, da dança, da alegria e do espírito dos anos 80 invadirem a sala numa festa que irá até onde a noite nos levar…!


Informações úteis:

Bilhetes à venda no próprio dia, no local – 3 euros

Tel.: +351 210 113 406 fatal@reitoria.ul.pt


 


Publicado por Organização às 18:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 30 de Abril de 2009

O FATAL já saiu para a rua!

A Apresentação Pública, na última 3ª feira, dia 28, apresentada por Pedro Fernandes, foi a primeira oportunidade para conhecer os protagonistas da décima edição do maior Festival de Teatro Universitário de Portugal. A sessão iniciou-se com a intervenção do Reitor da Universidade de Lisboa, Prof. Doutor António Nóvoa, que reiterou a importância do Teatro e do FATAL no panorama cultural português.


A Sessão de Homenagem a Paulo Quintela, fundador do TEUC – Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra – contou com as intervenções de Gil Costa, membro do TEUC; José Carlos de Vasconcelos, director do Jornal de Letras, Artes e Ideias e antigo dirigente e membro do TEUC; e dos Coros Dramáticos da Associação dos Antigos Estudantes de Coimbra no Porto, que leram poemas da autoria de Paulo Quintela.


O Café-Teatro teve a participação de alguns grupos seleccionados para o FATAL 2009 que apresentaram excertos dos seus espectáculos. Se as expectativas já eram elevadas, os sketches levantaram um pouco da cortina e deixaram vontade de assistir aos espectáculos e performances que, de 5 a 24 de Maio, vão desassossegar a vida cultural lisboeta.


Fotografia: Tânia Araújo



Publicado por Organização às 17:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 8 de Abril de 2009

O FATAL volta a invadir Lisboa em Maio

Entre 5 e 29 de Maio, Lisboa recebe, pelo décimo ano, o maior Festival de Teatro Universitário do país, este ano com o selo de qualidade do Ano Europeu da Criatividade e Inovação. É no Teatro A Comuna e noutros locais da capital, que o FATAL se volta a mostrar à cidade, contando nesta edição com José Saramago, Prémio Nobel da Literatura, e Manoel de Oliveira, reconhecido realizador de cinema na Comissão de Honra, entre outras individualidades da Cultura nacional.


Durante 20 noites subirão ao palco cerca de 20 espectáculos de 20 grupos de teatro universitário de Portugal, mas também, numa clara aposta de internacionalização, grupos de Espanha, França, Alemanha e Brasil. Para além dos espectáculos apresentados no Teatro A Comuna, as performances e os espectáculos site specific continuam a espalhar por toda a cidade, a diversidade, inovação e criatividade que caracterizam o teatro universitário. Após cada apresentação, as tertúlias, com presença de individualidades da Academia e das Artes do Espectáculo, são um convite ao público para falar do que viu, constituindo-se como sempre num espaço de opinião e crítica.


Mas o FATAL é muito mais que teatro! É um espaço híbrido de entrecruzamento de saberes. Passando pela formação, pelas artes plásticas, pela fotografia e pela pintura são muitas as propostas da programação paralela. Destaque para a Masterclass com o dramaturgo, encenador e especialista em commedia dell’arte Nicolo Carlo Boso; para os Workshops de Dramaturgia, com José Maria Vieira Mendes, Fotografia de Teatro e Tradução; para a exposição de fotografia Fatalidades II, no IPJ de Moscavide, Memórias GTL, na Faculdade de Letras, FATAL – Pintura em Cena e FATAL Folio, no Teatro da Comuna; para as instalações urbanas de artes plásticas, com obras de alunos e docente da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, dispersas pelo campus da Universidade de Lisboa.


O FATAL encerra em Festa com a entrega dos Prémios FATAL, atribuídos pelo júri presidido pelo actor Ruy de Carvalho, dia 29 de Maio, no Teatro A Comuna, às 22 horas.


Este ano, o segundo número da Revista FATAL, vai destacar os 10 anos de Festival, continuando a sua missão de espaço de reflexão e divulgação do teatro universitário e das artes performativas.


A Apresentação Pública, no dia 28 de Abril, às 16 horas, na Reitoria da Universidade de Lisboa, é a primeira oportunidade para entrar em contacto com os protagonistas deste evento, que apresentarão excertos dos seus espectáculos. Em simultâneo, decorrerá a Sessão de Homenagem a Paulo Quintela, fundador do TEUC, o grupo de teatro universitário com actividade contínua mais antigo da Europa, com a participação de José Carlos de Vasconcelos e de outros antigos membros do TEUC, entre outras personalidades.



Publicado por Organização às 16:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 2 de Abril de 2009

FATAL 2009 - Formação

WORKSHOP DE FOTOGRAFIA DE TEATRO

27 de Abril a 26 de Maio de 2009

 

A Reitoria da Universidade de Lisboa e o Movimento de Expressão Fotográfica - MEF promovem o 2º Workshop de Fotografia de Teatro, no âmbito do 10º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa - FATAL 2009 que decorrerá de 5 a 29 de Maio, no Teatro da Comuna, e em vários locais de Lisboa.

 

O Workshop é composto por uma componente teórica de fotografia de cena e por uma parte prática que consiste na cobertura completa do Festival. Serão criadas equipas de trabalho para a cobertura do Festival, sendo estas coordenadas no terreno pela formadora Tânia Araújo e em sala de aula pelo formador Luís Rocha.


A participação neste Workshop implica a cedência de uma colecção de imagens em formato digital à organização do Festival, com vista à promoção do Festival e a uma futura exposição fotográfica. A organização do Workshop e do Festival comprometem-se a respeitar os direitos de autoria das imagens.

 

Conteúdos:

Temperatura de cor;

O momento certo;

A relação com os actores e com o palco;

Sensibilidades, relação com a luz existente;

Grão e ruído;

Profundidades de campo e foco selectivo;

Composição de fotografia de cena;

Distâncias focais, luminosidade das objectivas (efeitos e características);

Acessórios;

A colocação na plateia do fotógrafo;

Direito à imagem;

Tratamento digital de imagens em programa de edição.

 

Carga horária:

Componente teórica e edição de imagens - 21 horas;

Componente prática fotográfica - mediante o programa do Festival (5 a 24 de Maio).

 

Horário:

Componente teórica - dias 27 a 30 de Abril e 4 de Maio, das 19h30 às 21h30;

Edição de imagens - dias 12, 14, 19, 21 e 26 de Maio, das 19h30 às 22h30;

Componente fotográfica - no decorrer do Festival.

 

Valor do Workshop:

100 €

 

Número máximo de inscrições:

20 

 

Local de Formação (sessões teóricas e de edição de imagem):

Espaço Municipal da Flamenga

Rua Ferreira Castro, 1600-697 Lisboa

Tel.: +351 218 311 220;

Fax: +351 218 311 239.

 

Formadores:

Luís Rocha e Tânia Araújo

 

Contactos e inscrições:

Endereço electrónico - geral.mef@gmail.com

Sítio - http://www.mef.pt

Site Workshop: http://imagensfatal2009.jimdo.com/

Tel.: +351 962 527 453 (Luís Rocha) e +351 965 831 620 (Tânia Araújo)

 

Mais Informações sobre o FATAL:

Reitoria da Universidade de Lisboa

Divisão de Actividades Culturais e Imagem da DSRE

Tel.: +351 210 113 406

Endereço electrónico: fatal@reitoria.ul.pt

Sítio: http://www.fatal.ul.pt

 

Organização:

Reitoria da Universidade de Lisboa

Movimento de Expressão Fotográfica - MEF

 

Parceria:

Oficina de Fotografia | Departamento de Acção Social | Câmara Municipal de Lisboa

 


Publicado por Organização às 16:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

Crónica FATAL

Viagens, assassínios, amores, guerras interiores que se transformam em grandes manifestações artísticas e que tornam o acto de criação teatral numa intervenção político-social dos jovens universitários.

 

Quem ainda acredita que os estudantes universitários vivem adormecidos e ao sabor do vento engana-se. O FATAL chegou a Lisboa para dar voz, pela nona vez consecutiva, a grupos de estudantes oriundos de várias faculdades do país.  Sim, o FATAL é teatro, mas acima, de tudo, o FATAL é o espaço que os estudantes unversitários encontram para dar largas à sua criatividade e irreverência. Como Adolfo Gutkin exprimiu e bem, “O Teatro Universitário é um local, uma etapa da vida e um local irrepetível. É agora ou nunca.” Com uma energia inesgotável, os jovens universitários portugueses têm trazido até ao palco do FATAL a urgência de viver, a urgência de mudar o mundo, a urgência de sentir que, com muita dedicação, tudo é possível.

 

Ao fim de 9 dias, o público do FATAL assistiu a 17 espectáculos de teatro, peças e performances que, com tonalidades e temáticas distintas, abanaram a cidade de Lisboa lançando debates sobre questões pouco discutidas fora do âmbito universitário. Provocando perplexidade, como os espectáculos Máquina-Édipo, do grupo GTN, Os Últimos, do grupo 2ª Circular, ou Aniquila, do grupo GTIST, emaravilhamento, com a peça Os Feios, do grupo GRETUA e surpresa, com as peças A Cantora Careca, do grupo MISCUTEM e A Corda, do grupo GTUL, e muitas perfomances, a nona edição do FATAL é, mais do que nunca, uma verdadeira ebulição de criatividade teatral.

 

As tertúlias do FATAL têm-se prolongado pela noite dentro com debates em torno dos estilos de interpretação, conceitos de encenação e a grande dicotomia entre a verdade cénica e o papel do espectador na interpretação de uma peça. Entre os convidados das tertúlias FATAL estiveram presentes Eugénia Vasques, Rui Pina Coelho, Maria João Brilhante e adidos culturais de embaixadas, entre outros, que tornaram as tertúlias num momento único de reflexão crítica sobre os espectáculos.

 

Até ao final de Maio, o FATAL vai continuar a dar que falar...
 


Publicado por Organização às 18:05
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 16 de Abril de 2008

Faltam menos de 3 semanas para o FATAL 2008

O FATAL 2008 está em vias de invadir a cidade de Lisboa. Este ano, o FATAL conta com uma programação que viaja ao longo da história do teatro passando por autores tão diversos quanto Sigmund Freud, Nigel Williams, William Shakespeare, Molière, Tadeusz Kantor e muitos mais. Entre os 21 grupos de teatro universitário que foram seleccionados nesta edição do FATAL, estão os dois grupos vencedores dos Prémios FATAL e FATAL Cidade de Lisboa, O Grupo de de Teatro da Nova e o Grupo de Teatro de Letras. O convite dirigido a grupos de teatro universitário estrangeiros foi bem recebido e, para além da participação já habitual do grupo Aula de Teatro Maricastaña, o FATAL recebe este ano, pela primeira vez, o La Escalera Teatro, com uma peça que medita sobre a hipocrisia da sociedade actual em Relações de Clara.

 

Para os que preferem ver teatro na rua ou em espaços alternativos, os grupos de teatro universitário prepararam para a nona edição do FATAL 12 performances que prometem dar insónias aos lisboetas que passearem pelo Bairro Alto e arredores. Nas ruas da Cidade Universitária e do Bairro Alto estarão também a marcar presença duas instalações que reflectem sobre o teatro, Zigurate e Lx Tek.

 

A estreia nacional de um concerto pelo Coro da Universidade de Lisboa, Missa Tiburtina de Gilles Swayne, dias 23 e 30 de Maio, é mais uma manifestação da abertura do FATAL a outros campos das artes, como a fotografia, a escultura e a dança. Sendo o theatron o “lugar de onde se vê”, o teatro é o palco privilegiado das sinergias artísticas e o FATAL compromete-se a relembrar esta máxima durante todo o mês de Maio.

 

Com o objectivo de interessar os jovens pelo teatro universitário e pela cultura, aliando diversão e aprendizagem na perfeição, o FATAL termina com uma festa no Cabaret Maxime, no dia 31 de Maio, a partir das 22h, onde serão entregues os Prémios FATAL e onde os Vjs do Workshop Manipulação de Imagem em Tempo Real do FATAL irão mostrar o seu trabalho.

 

Comemorem connosco esta grande festa do teatro, assistindo aos espectáculos e vivendo o espírito FATAL de 5 a 31 de Maio.


Publicado por Organização às 17:58
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

.Sobre o Festival

.Pesquisar neste blog

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Posts recentes

. Festa FATAL & Entrega de ...

. O FATAL já saiu para a ru...

. O FATAL volta a invadir L...

. FATAL 2009 - Formação

. Crónica FATAL

. Faltam menos de 3 semanas...

.Arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Junho 2007

. Maio 2007

.Tags

. todas as tags

.Links

.Participar

. Participe neste blog